Já todas as mães sabem, leram e ouviram sobre os benefícios da amamentação exclusiva. Para além dos benefícios comprovados de auto-imunização e prevenção de doenças, a amamentação é também benéfica por ser gratuita, estar sempre pronta e não precisar de esterilizações, assim uma espécie de "drive-in" do McDonald's de leite materno.
Amamentar é das coisas mais boas do mundo nisto de ser mãe. É um privilégio. Estreita ainda mais os laços da mãe e do filho. 


Eu, infelizmente, só amamentei o meu filho em exclusivo até aos 16 dias de idade. A partir daí, porque o bebé nunca ficava satisfeito com o que bebia e por ordem do pediatra por algumas supostas complicações de saúde com que nasceu, começou a mamar na maminha e no fim bebia sempre algum leite adaptado. Foi muito difícil aceitar isto. Mas pior ainda é ver os nossos filhos com fome, a emagrecer, inquietos. Não podemos ser fundamentalistas em nada quando se trata dos nossos filhos.


Fiz tudo como manda a "lei", aconselhei-me com consultoras de aleitamento, tomei embalagens de Promil (carteirinhas que promovem a produção de leite à venda nas farmácias), bebi muita água e usei de hora a hora uma bomba excelente. Não foi suficiente. Acho que em parte se deveu a um problema pessoal que na altura me afectou muito e que terá ajudado a diminuir a produção de leite.


Meninas, o maior conselho que vos posso dar é que se dediquem a 100 por cento a esta tarefa, sem stresses, mas com amor. A cabeça aqui manda muito... Quando comecei a usar a bomba (uma Medela, excelente), não conseguia tirar leitinho nenhum até que... comecei a fechar os olhos, a relaxar, a pensar no meu filho a mamar e... tungas, o leite aparecia como por magia. Muitas vezes bastava pensar que estava a amamentar para ter leite. Curioso, não é?

 

DICAS

- Persistência

- Oferecer a mama sempre que o bebé quiser

- Não oferecer chucha até o bebé pegar bem na mama

- Amamentar logo mal o bebé nasça

- Procurar acompanhamento em caso de dificuldades

- Arejar as mamas (quando estiverem deitadas, por exemplo)

- Usar o chuveiro para fazer massagens

- Promover a higiene da mamoca 

- Não ouvir conselhos de mães, avós e vizinhas

 

 

LISTA DE COMPRAS

Uma dica que posso deixar, em relação à lista de maternidade com coisas a comprar é:

- Lanolina (Purelan ou Lansinoh) é o único creme que pode ser usado para peito gretado e ferido sem ser retirado antes da amamentação e faz mesmo milagres. Todos os outros, desculpem, mas não gostei. Este dá ainda para usar no bebé quando a pele está muito seca e começa a descamar.

- Conchas de amamentação. São duas peças de silicone rígido e fazem milagres. Uma é uma espécie de concha aberta. Coloca-se na maminha. A outra é uma tampa que permite, no caso de cair leite, não derramar para o soutien. Estas duas peças usam-se por dentro do soutien e fazem mesmo bem. Massajam a mama e estimulam a produção de leite, permitem que o mamilo respire ao ar (mt importante) e evitam o encaroçamento do peito.

- Patches frio e quente. Estes são úteis para colocar dentro do soutien e para prevenir o encaroçamento do peito e as inflamações quando o leite "sobe". Aquecidos devem ser usados antes da amamentação, para fluidificar o leitinho. Frios devem ser usados depois de amamentar, para dar uma sensação de frescura e alívio.

 

Nos links, no tópico Amamentação, encontram sites preciosos! Têm mais dicas que possa colocar aqui?
 

sinto-me:
publicado por Loja Reaproveitar às 09:31