Que dia! Das nove da manhã até à noitinha andámos a apanhar cães que fugiam pelas cercas para casa dos vizinhos, entravam para os galinheiros, atacavam os borregos; entrecortado com o extermínio dos ratinhos na casa das máquinas. Pensávamos que eram um ou dois e eram às centenas dentro da caldeira do aquecimento.

Entretanto, a garagem está lavada; a roupa do primeiro mês do Francisco também. Mas estou tão cansada hoje. Mentalmente estafada.

publicado por Loja Reaproveitar às 22:50